j

Lorem ipsum dolor amet, consect adipiscing elit, diam nonummy.

Follow Us

Search

Tempo da Delicadeza

Brasil arrasa no Festival de Cannes 2019

Cannes 2019/

Festival de Cannes 2019

De 14 a 25 de maio aconteceu no Palais des Festivals a 72° edição do Festival de Cinema de Cannes. Foram doze dias de intensa movimentação para os amantes da sétima arte. Este ano a homenageada do Festival foi a lendária cineasta, fotógrafa e diretora belga, Agnès Varda, que realizou o seu primeiro filme aos 25 anos. Foram exibidos no evento dois filmes da mítica cineasta da Nouvelle Vague, falecida recentemente: “Os Renegados” e Varda by Agnès.

Agnès com seu olhar detalhista, feminino (sem ser feminista), sensível e delicado, leva o público a um estágio de contemplação da mais intensa simplicidade. Suas histórias ganhavam vida e importância por meio de sua estética pensante e vanguardista, propositalmente amadora. “Nada é banal”, dizia.

varda

Repleta de fragmentos da filmografia de Agnès Varda, para quem o cartaz desta 72ª edição presta homenagem, a cerimônia encantou-se com a doce voz da cantora belga Angèle, que interpretou Sans toi, composta por Michel Legrand.

cannes3

Cannes 2019 - Bacurau

Dois filmes brasileiros foram premiados em Cannes 2019: “Bacurau” e “A Vida Invisível de Eurídice Gusmão”.

O filme “Bacurau”, de Kleber Mendonça e Juliano Dornelles recebeu o Prêmio do Júri. O prêmio foi dividido com “Os Miseráveis”, do francês Ladj Ly.
“Bacurau”, narra a história de um vilarejo sertanejo utópico e mostra uma rixa acirrada entre Norte e Sul do país. O filme, um “Nordestern “, expõe um Brasil dividido e armado. Em entrevista no Festival de Cannes, Kleber Mendonça afirmou que o filme reflete o Brasil de hoje. “O Brasil é um país diverso, mas há uma tentativa para fazer com que ele deixe de ser. É uma distopia em muitos aspectos e existe um desmonte na cultura e na arte do país”, lamentou o cineasta. No palco, enquanto recebia o prêmio concluiu: “Nós somos embaixadores da cultura do Brasil. Nós precisamos de suporte e respeito. Esse é um filme sobre resistência e educação. E sobre ser brasileiro no mundo. Muito obrigado!”.

CANNES, FRANCE - MAY 16: Kleber Mendonça Filho attends the photocall for "Bacurau" during the 72nd annual Cannes Film Festival on May 16, 2019 in Cannes, France. (Photo by Pascal Le Segretain/Getty Images)
Kleber Mendonça

A mostra “Um certo Olhar”, premiou o longa dirigido pelo brasileiro Karim  Aïnouz,  “A Vida Invisível de Eurídice Gusmão”, coprodução do Brasil e Alemanha. O filme tem como protagonistas Fernanda Montenegro, Carol Duarte e o brilhante e multitalentoso Gregório Duvivier. É baseado no romance homônimo de Martha Batalha e narra a trajetória de duas irmãs cariocas nos anos 50.

cannes7

gregorio

O longa Parasite, do sul coreano Bong Joon-ho levou a Palma de Ouro, do Festival de Cannes, por decisão unânime do júri presidido por Alejandro González.

cannes8

Antonio Banderas foi escolhido em Cannes 2019, como melhor ator, por Dor y Gloria de Pedro Almodóvar. Muito emocionado, homenageou no palco o cineasta, a quem disse que devia a carreira. O filme é uma espécie de autobiografia de Almodóvar, que Banderas interpreta com maestria. “Eu esperei 40 anos por esse prêmio”, declarou.

O longa conta a história de Salvador Mallo, um experiente cineasta que, em crise, revisita sua carreira e vida pessoal. Para o filme, Almodóvar escalou sua equipo de los sueños, os grandes atores com quem já trabalhou. Penélope Cruz interpreta a mãe de Almodóvar.

banderas_jpglarge

dolor-y-gloria

pc

Rocketman

Uma fantasia musical sobre a incrível história da carreira de Elton John. O filme não estava na disputa pelos prêmios de Cannes, mas ofuscou muitos dos concorrentes do festival.

A trama mostrou a fantástica transformação do tímido garoto e pianista prodígio Reginald Dwight no superstar Elton John, uma das figuras mais emblemáticas da cultura pop.

Estrelado por Taron Egerton e por Jamie Bell, que interpreta o compositor Bernie Taupin, amigo verdadeiro e parceiro de vida de Elton John. Uma amizade genuína, que todos deveriam ter direito a desfrutar de pelo menos uma em suas jornadas. Um filme comovente que nos leva facilmente às lágrimas e nos convida a uma profunda reflexão sobre a vida.

elton-john-em-rocketman-uma-das-promessas-de-2019

ejD2h63AGWwAAplbO

elton-john-e-taron-egerton

Once Upon A Time In Hollywood – Quentin Tarantino

Ambientada em 1969, a história gira ao redor de um ator de televisão em decadência, Rick Dalton (Leonardo DiCaprio) e seu dublê e fiel escudeiro, Cliff Booth (Brad Pitt), que buscam marcar seus nomes em uma Hollywood cada vez mais volúvel. Ao mesmo tempo, Los Angeles é dominada pelo terror do serial killer Charles Manson (Damon Herriman) — cuja vítima mais famosa foi a atriz Sharon Tate (Margot Robbie).

US film director Quentin Tarantino gives a thumbs-up as he arrives for the screening of the film "Once Upon a Time... in Hollywood" at the 72nd edition of the Cannes Film Festival in Cannes, southern France, on May 21, 2019. (Photo by Alberto PIZZOLI / AFP)

Photo by Alberto PIZZOLI / AFP

CANNES, FRANCE - MAY 22: Brad Pitt and Leonardo DiCaprio attend the photocall for "Once Upon A Time In Hollywood" during the 72nd annual Cannes Film Festival on May 22, 2019 in Cannes, France. (Photo by Daniele Venturelli/WireImage)

Photo by Daniele Venturelli/WireImage

CANNES, FRANCE - MAY 22: Brad Pitt attends the photocall for "Once Upon A Time In Hollywood" during the 72nd annual Cannes Film Festival on May 22, 2019 in Cannes, France. (Photo by Dominique Charriau/WireImage)

Photo by Dominique Charriau/WireImage

cannes-2019

Cinéma de la Plage

Um dos filmes exibidos no tradicional Cinéma de la Plage, em Cannes foi o notável Easy Rider que celebra o seu 50º aniversário em 2019. O filme, um ícone da contracultura em que Jack Nicholson, Dennis Hopper e Peter Fonda pegam a estrada com suas grandes motos ao som do hino do rock Born to Be Wild e celebram a liberdade.

D7L46ASWkAE0fpa_jpg large_jpglarge

FILE PHOTO: 70th Cannes Film Festival - Cannes, France. 16/05/2017 - A Chopard representative displays the Palme d'Or, the highest prize awarded to competing films, during an interview before the start of the festival. REUTERS/Regis Duvignau/File Photo

Confira a lista completa dos vencedores do Festival de Cannes 2019:

– Palma de Ouro: Parasite, de Bong Joon-ho
– Grande Prêmio: Atlantique, de Mati Diop
– Prêmio do Júri: Bacurau, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles e Les Misérables, de Ladj Ly
– Prêmio direção: Young Ahmed, Jean-Pierre Dardenne, Luc Dardenne
– Melhor atriz: Emily Beecham, por Little Joe
– Melhor ator: Antonio Banderas, por Dor e Glória
– Melhor roteiro: Portrait of a Lady on Fire, Céline Sciamma
– Menção especial: Elia Suleiman, por It Must be Heaven
– Camera D’Or (melhor filme de estreia): Nuestras Madres, de César Díaz
– Melhor curta-metragem: The Distance Between Us and the Sky, de Vasilis Kekatos, com menção especial para Monstruo Dios, de Agustina San Martín.
– Promessa para o Oscar 2019:  Quentin Tarantino, com Once Upon A Time In Hollywood
-A Vida Invisível de Eurídice Gusmão venceu a mostra Un Certain Regard

Deixe um comentário

Captcha loading...

Assine nossa Newsletter, gratuitamente